Primeira edição do “Café com Prosa”

O Instituto Histórico e Geográfico de São João del-Rei realizou em 15 de março de 2.018, seu primeiro evento denominado “Café com Prosa: Roda de Conversas”. Dedicado ao tema Educação, foi coordenado pela Presidência e teve como animadores os confrades Evandro Coelho, que apresentou uma reflexão sobre educação comunitária, Socialização, Educação e Instrução, a partir da sua experiência de fundador e gestor de Escolas da Comunidade (CNEC) e Maria Lucia Guimarães que dissertou sobre uma proposta de Educação Patrimonial levando em consideração os aspectos materiais e imateriais da cultura e história de São João Del-Rei e trazendo um olhar especial para a própria rua Santa Tereza, tema de poema lido na oportunidade.

O evento teve participações significativas, pois compareceram vários moradores da própria rua Santa Tereza, que foram acolhidos pela Presidência e pelos confrades Messias Neves, Nêudon Bosco, José Alberto, Antônio Gaio, Francisco Braga e pelos expositores. Na parte dialogal, todos contribuíram ao contarem histórias das suas famílias e dos vizinhos, causos das casas onde moram, da vizinhança que construíram e desfrutam como uma comunidade, dos antigos moradores, das festas e atividades coletivas como as de quitandeiras e bordadeiras, histórias engraçadas e lendas que marcaram a rua em que optaram viver. Compareceram e participaram ativamente, dentre outros, a Superintendente de Educação do Estado, Adriana Leitão, que profetizou um aprimoramento das propostas de Educação Patrimonial nas escolas locais e o Secretário Municipal de Cultura, Marcus Fróis, que saboreou a riqueza de detalhes contida nas falas ali apresentadas e expressou sua certeza de ver a “Casa Mais Antiga” restaurada e o desejo de que dessa “Roda de Conversa” seja possível construir um projeto de evento cultural para públicos mais abrangentes.

O Café ao final do evento serviu para alongar conversas temperadas com os famosos biscoitos de São Tiago, enriquecidos com quitutes preparados pelas próprias moradoras que já se dispuseram a contribuir com a mesa de Café do próximo encontro, em abril, e cujo mote de conversa será “Música popular: músicos e músicas de São João” a ser conduzido por artistas locais. Ficamos honrados com a presença de todos.

A Presidência.